Lucubrações

“… só.”*

Muitas vezes somos levados a pensar que o vigor da vida está na agitação, nos tumultos. Erramos! Necessitamos obter a força em momentos de quietude. Para que um lago reflita o céu, precisa estar plácido. Nosso Senhor Jesus Cristo amava muito estar com as pessoas mas por vezes vemos os relatos de que Ele se retirava para orar sozinho. Nos deixou o exemplo de que aqui e ali precisamos fugir da multidão e retomar a arte da meditação, da contemplação da beleza. Que possamos, em meio ao agitado mundo de hoje, encontrar o nosso lugar secreto, o nosso cantinho de silêncio, para onde possamos nos retirar e estar à sós com o Criador desfrutando de Sua bendita presença e contemplando Suas riquezas espirituais. Como será salutar às nossas vidas se aprendermos cultivar o hábito do silêncio!

“E, despedida a multidão, subiu ao monte para orar, à parte. E, chegada já a tarde, estava ali só.” (Mt 14:23)

* Escrito por mim para o blog micronacionalista “A Alvorada Imperial” em Domingo, 28 de dezembro de 2008.

}ï{

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s