Arquivo do mês: maio 2011

Espelho, espelho meu!

Retrato Eu não tinha este rosto de hoje, assim calmo, assim triste, assim magro, nem estes olhos tão vazios, nem o lábio amargo.  Eu não tinha estas mãos sem força, tão paradas e frias e mortas; eu não tinha este … Continuar lendo

Publicado em Confissões, Lucubrações | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Alto Rio Purus

“Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;” Romanos 1:20 }ï{

Publicado em Fotografias | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Me gustas cuando callas

Me gustas cuando callas porque estás como ausente, y me oyes desde lejos, y mi voz no te toca. Parece que los ojos se te hubieran volado y parece que un beso te cerrara la boca. Como todas las cosas … Continuar lendo

Publicado em Confissões | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Quando o inverno parece nunca acabar

Aproveitando o céu azul, o sol amigo que fez hoje e o ânimo melhorado, com cara de início de primavera (mas ainda é verão amazônico), decidi criar coragem pra relatar um pouco sobre a última semana. Meu tratamento estava prestes … Continuar lendo

Publicado em Confissões, Lucubrações | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Escuro

“Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,” Salmos 91:5 }ï{

Publicado em Confissões | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Serra e pérola

}ï{

Publicado em Fotografias | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário