Lucubrações, Vídeos diversos

Ninguém morre sozinho

Dizem que todos nós morremos sozinhos. Às vezes não é verdade. Muitos quando morrem levam junto uma parte de algumas pessoas. Sejam muitas ou poucas, não importa! Quando se morre, se mata um pouquinho de cada uma delas. O Centro de Valorização da Vida tem muitos vídeos tocantes, como este abaixo que sempre me faz prender a respiração, embora apele um pouco para a questão do suposto egoísmo do suicida.

Pra quem não sabe o suicídio não é uma atitude de puro egoísmo. É muito mais a consequência final de um estado de profundo adoecimento mental que faz com que o cérebro, já exausto e extremamente confuso, comece a boicotar o raciocínio, as emoções e o julgamento do doente. Quem se mata nem sempre é porque não tem Deus na sua vida, nem sempre é um incrédulo sem salvação. O espírito muitas vezes está ótimo, mas o cérebro (que é carne) está mal, exaurido, desorientado e sem forças para pensar direito.

O cérebro quer descansar, acabar com o sofrimento e o único jeito disso acontecer é parando de funcionar. Logo, se não há outra doença para agravar até a morte a não ser a mental, é esta que o cérebro usa e abusa até a pessoa perder o juízo e levar todo o ser ao descanso. Bom, mas isto é um cérebro doente pensando mal e tomando as piores decisões!

Uma coisa eu sei: um doente/transtornado mental que chega a esse ponto não pode ser só chamado de egoísta ou fraco. Se aguentou até aí, talvez tenha aguentado o sofrimento mental mais tempo do que muitos ditos fortes poderiam aguentar. Não é a melhor decisão. Mas quem disse que o doente/transtornado mental é capaz de tomar boas decisões na hora da crise?

}ï{

Anúncios

4 comentários em “Ninguém morre sozinho”

  1. Que medo Lola!! Eu tentei me suicidar, ia deixar o meu filho e meu marido com a vida destruida, principalmente o meu filho que so tem 18 anos. Sofro tanto por ter feito isso, mas na hora não se pensa em ninguem, so queremos nos livrar da dor.

    1. Olá Milca! Obrigada por ler o blog e por compartilhar sua experiência. Entendo perfeitamente quando você fala do desejo de se livrar da dor e sobre o sofrimento por ter tentado isso. Sofremos por tentar acabar com o nosso sofrimento pelas nossas próprias mãos. Mas o estado de adoecimento não nos deixa perceber que essa é a pior alternativa. Espero que esteja bem e recuperada. Deus te abençoe!

  2. Eu e que agradeço pela honra de poder ler os seus pensamentos, acalenta a alma saber que ha mais pessoas no mundo que sentem a dor da diarreia dentro do cérebro, que afinal não estamos assim tão sós. So descobri o teu blog ha uns dias mas ja o li quase todo.
    Ainda não estou bem, a ultima tentativa de suicidio (ja foram 2) foi dia 8 de fevereiro, aida ta muito recente, mas com acompanhamento medico, apoio da familia e amigos e com os meus 5 monstrinhos diarios (remedios) estou melhorando, aos pouquinhos volto a ser a pessoa que era.
    Espero que continue a manter o seu equilibrio e fique bem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s