Arquivo do mês: novembro 2011

Borboleta quer voar

A doença mental nos come vivos. São tantos remédios, são tantas consultas. Mês a mês, voltando e voltando. Ontem, depois de uns 3 anos com um mesmo esquema de medicação (que não estava funcionando bem) o doutor decidiu mudar tudo. … Continuar lendo

Publicado em Confissões | Marcado com , , | 1 Comentário

Uma oração exausta

AVISO: ESTE TEXTO É UMA POSTAGEM SIMPLES DE UM BLOG PESSOAL. ESCREVI O MESMO EM FORMA DE ORAÇÃO, EM UM ESTADO ENTRE LUCIDEZ E MANIA E COM O SENSO CRÍTICO QUE SEMPRE TIVE. APESAR DE DECEPCIONADA COM A REALIDADE AO … Continuar lendo

Publicado em Lucubrações | Marcado com , , , | 2 Comentários

Pausa para respirar fundo

É bom aproveitar os presentes de Deus. Os momentos antes do anoitecer, quando a escuridão vem tomar conta do dia. Mesmo tendo as sombras negras ao redor e não tão distantes, consigo ter também, por um breve espaço de tempo, … Continuar lendo

Publicado em Fotografias | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Asfixia

Arrebentar os punhos. Lavar o rosto, respirar fundo. Sorrir em seguida pra disfarçar. Se esconder para chorar clamando a Deus por toda a noite. Cair no sono exausta. Acordar cansada e às vezes com falta de ar. Não conseguir respirar … Continuar lendo

Publicado em Confissões | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

“Qual é a realidade de qualquer sentimento?”

Há um tipo especial de dor, exultação, solidão e pavor envolvidos nessa classe de loucura. Quando se está para cima, é fantástico. As idéias e sentimentos são velozes e frequentes como estrelas cadentes, e você os segue até encontrar algum … Continuar lendo

Publicado em Confissões | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Órbita irregular

Se girar demais minha cabeça, Me desorbitando e descontinuando minha vida Não é graças a Deus, É desgraças a mim. E continua a vida, e gira o mundo, E orbitam os planetas, e orbito eu, E gira minha cabeça, E … Continuar lendo

Publicado em Confissões | Marcado com , | Deixe um comentário

Aresto Momentum!

A Lei de Murphy nos persegue como gatos a ratos. Se queremos ficar sozinhos a vida se enche com coisas, com acontecimentos, com todo mundo. Se não queremos ou não podemos ficar sozinhos não aparece viva alma. Talvez considerações acerca … Continuar lendo

Publicado em Confissões | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário