Uma oração exausta

AVISO: ESTE TEXTO É UMA POSTAGEM SIMPLES DE UM BLOG PESSOAL. ESCREVI O MESMO EM FORMA DE ORAÇÃO, EM UM ESTADO ENTRE LUCIDEZ E MANIA E COM O SENSO CRÍTICO QUE SEMPRE TIVE. APESAR DE DECEPCIONADA COM A REALIDADE AO MEU REDOR, ESCREVI O TEXTO FALANDO SOBRE SITUAÇÕES QUE OCORREM EM INÚMEROS GRUPOS. LOGO, QUALQUER SEMELHANÇA COM A REALIDADE TERÁ SIDO MERA COINCIDÊNCIA. CASO ALGUÉM SE IDENTIFIQUE COM ALGUMA CARAPUÇA DESCRITA NO TEXTO E QUISER COLOCÁ-LA, SINTA-SE À VONTADE. GRATA!

Senhor, sei que com o Senhor eu posso falar sem rodeios! Sei que com o Senhor eu posso falar das coisas que me chateiam, que me entristecem e das coisas que me deixam exausta espirtual e emocionalmente (o que acaba em exaustão física às vezes, o Senhor sabe!). Peço ao Senhor, antes de qualquer coisa, que me mostre e sempre me aperte o coração, com o arrependimento que vem de Ti, com relação aos meus pecados, para que eu possa confessá-los e abandoná-los com Tua ajuda. Peço também, Senhor, sabedoria para discernir pessoas e suas situações, e para discernir a mim mesma e as minhas situações.

O Senhor nunca me deixou sem respostas, consolo, soluções ou entendimento para os meus problemas e traumas até mesmo no nível do inconsciente da minha mente. O Senhor sempre me abençoa com uma sensibilidade de perceber o que há por trás do olhar das pessoas, de tentar sentir o que cada uma está passando. Pelas limitações que me permite ter, o Senhor me capacita a me colocar no lugar dos outros ver o que eles sofrem com um pouco mais de amor e compreensão. É por isso, pelo fato de o Senhor ser o dono do rebanho ao qual pertenço, e pelo amor que o Senhor me tem e prova todos os dias, que eu sei que posso desabafar com o Senhor. Enfim, queria falar sobre alguns dos meus cansaços e sei que o Senhor vai me entender.

Estou muito cansada dos vendilhões da fé que andam por aí fazendo e ensinando tanta bobagem, levando à uma situação quase insustentável na qual os cristãos verdadeiros são taxados de fanáticos, ignorantes, bitolados e muitas outras coisas feias. Cansei dos ensinos de demônios que fazem com que o Teu evangelho caia no descrédito perante os do mundo. Estou cansada dessa libertinagem espiritual, mas também ando cansada do legalismo que tem se instalado até nos grupos que sempre foram sérios e que sempre defenderam a Tua Verdade e a Tua Palavra com veemência.

Estou cansada de pregação direcionada, aquele tipo de pregação que praticamente grita na cara de todo mundo que só está sendo pregada porque, um dia desse qualquer, alguma ovelha reclamou de algo na congregação, ou expressou uma idéia diferente da do pastor ou da maioria. Acho que esse tipo de pregação não custa muito joelho no chão. Talvez também não custe muita leitura e estudo, pois, nesse caso, o pregador já sabe exatamente o que falar, qual texto bíblico empregar fora do contexto e a quem atacar com suas palavras. Lamentável que Tua casa seja usada para isso, Senhor!

Estou cansada de púlpitos sendo utilizados como palco para alfinetas infantis que não geram nada além de constrangimentos e mais revolta. Estou cansada de ovelhas e pastores de ovelhas que confundem indiretas enfeitadas de textos bíblicos com exortação bíblica genuína. Estou cansada de lideranças que se deixam manipular como marionetes porque não sabem a medida certa daquilo que o Senhor chama de sujeição. Senhor, eles não sabem pensar com a própria cabeça? Eles não sabem a diferença entre obedecer e se anular? Te peço por eles, Pai! Que eles aprendam que também tem o Espírito Santo do Senhor vivendo neles, que eles também são sacerdotes, que a Palavra de Deus ensina a todos igualmente e que nem sempre quem tem mais poder é quem tem mais razão.

Estou cansada também, Senhor, dessa incapacidade para a visualização de todo o quadro. Dessa visão estreita de mula, que só consegue ver as circunstâncias por uma única ótica, de um único ponto de vista. Cansei desse hábito crescente de se avaliar uma situação sem saber os dois lados da história. Cansei dos que se dão por satisfeitos com a versão daqueles que estão do lado mais forte da corda e dos que se acomodam naquilo que parece ser e não naquilo que realmente é.

Estou cansada Senhor, das regras para celebração de casamentos que servem para um casal mas não servem para outro em situação idêntica. Cansada de disciplina por fornicação na qual há exortação pública somente para a mulher, como se o homem, o cabeça mor, não tivesse a maior parcela de responsabilidade simplesmente por ser o cabeça. Pai, como eu e o resto do rebanho ficamos cansados de não sermos consultados com relação a certas práticas, costumes e usos! Só porque somos ovelhas não quer dizer que não temos sugestões biblicamente sensatas para o bom andamento do trabalho do pastor de ovelhas, e também para o bem estar das ovelhas no serviço do Senhor, que é o dono do rebanho.

Minhas dúvidas são como carrapatos na minha lã, mas nenhum pastor de ovelhas dá importância suficiente para removê-las. E fico eu aqui, morrendo de coceira, roçando as costas na cerca do aprisco. Senhor, como é cansativo perceber que tradições de religiões anti-bíblicas são levadas tão à sério no meio do Teu povo a ponto de alguns tentarem espremer justificativas bíblicas na marra, só para continuarem utilizando tais tradições. Será que reconhecer que acreditou errado a vida inteira é tão ruim assim meu Deus? Somente as ovelhas devem abrir mão de suas tradições, das convicções arraigadas em suas mentes, e os pastores de ovelhas não?

Ô Senhor! Estou exausta de ver que alguns dos Teus filhos são tão mimados que não aceitam sequer serem questionados, que colocam a própria opinião pessoal acima das Tuas ordens. Deixam de prestar apoio, de prestigiar e compartilhar a alegria dos irmãos em aniversários, casamentos e eventos diversos por pura birra infantil, rixa pessoal e arrogância em não reconhecer que, embora tenhamos opiniões pessoais divergentes, o que vale é amar ao Senhor acima de tudo e amar aos outros como a nós mesmos. Estar lá pelos irmãos quando somos chamados, compartilhando de suas tristezas e alegrias, é de fato demonstrar amor cristão, independente de nossas tradições e convicções pessoais.

Senhor, que tradições humanas, que costumes não cristãos e que opiniões pessoais sem base bíblica sólida, poderiam ter mais força diante de Ti do que a Tua Palavra e os Teus preceitos? Me ajude a entender Senhor, porque estou exausta de considerar mentalmente e não encontrar a resposta ou o refrigério para me aliviar desses carrapatos de dúvidas!

Pai, consola as muitas outras ovelhas que também, com seus carrapatos de incômodo e dúvida, estão se coçando desconfortavelmente. Cuida das muitas que até, em desespero, estão pedindo a Ti, Dono do rebanho, que mande outro pastor de ovelhas que as ame mais do que aos seus próprios caprichos, que as cuide sabendo que é somente um servo e não o dono do rebanho ou do aprisco.

Meu coração aperta quando penso que as regras para a apresentação do filho de um casal não valem para a apresentação do filho de outro casal, sendo que ambos os casais estiveram em situação igual. Quantas ovelhas fracas na fé, que só precisavam de um empurrãozinho para cair no mundo de novo, se decepcionam por perceberem que idealizaram a retidão plena ou a irrepreensibilidade onde elas não existiam. Senhor, cuida dos fracos e traga-os de volta. Eu sei que eles também estão cansados.

Estou muito cansada de tendenciosidade, politicagem e partidarismo no tratamento entre as ovelhas, nas decisões em grupo, nas mudanças da liturgia, do louvor etc. Cansei de não participar dessas e de outras decisões. Cansei, meu Deus, de ter ao meu redor tantas ovelhas sugestionáveis, sem personalidade, que são tão facilmente manipuladas. Cansa ver tantos votos de cabresto, tantos acomodados, tantas mãos que deveriam ser levantadas nas decisões importantes, mas não o são por puro medo. Meu Deus, peço pelas ovelhas que ainda não entenderam que vão prestar contas é com o Senhor e não com as pessoas que trabalham para o Senhor. Tira-lhes a venda dos olhos. Tira-nos o medo de nos manifestar, mas dá-nos também sabedoria para ponderar, de acordo com Tua vontade, aquilo que precisa ser manifestado.

Estou cansada Senhor! Todos estão! Nos ampara na nossa servidão e nos dá alegria e disposição para Te servir independentemente dos pastores de ovelhas que tomam críticas construtivas como ofensa pessoal; das ovelhas que preferem ficar olhando para trás em vez de serem abençoadas com a pregação; daquelas que julgam as limitações dos outros como falta de compromisso com o Senhor; das que taxam um irmão estudioso e trabalhador de vítima de esfriamento espiritual; daqueles que vivem a cogitar o possível salário dos irmãos, para ver se estão dando o dízimo corretamente; das congregações que precisam de ajuda financeira, mas são deixadas abandonadas para se acabarem lentamente; das artimanhas e manipulações para colocar alguns para fora e outros para dentro.

Pai, independentemente do meu cansaço, da minha exaustão e do adoecimento que todas essas coisas causam, renova minhas forças para que eu não venha a sucumbir de vez. Renova as forças das tuas ovelhas, que estão tão cansadas e quase definhando.

I Jo 3:18; Tt 1:5-16; Jo 7:18; Jo 7:24; Jo 8:1-11; Jo 8:50; Fp 4:6-7; Sl 139:23; Ap 2:23; Pv 21:2; I Tg 4:1; Cl 2:8; Pv 20:10; Jó 13:10; Jó:32:21; II Cr 19:7; Dt 16:19; Pv 27:23; Mt 23:3-29; Sl 51:8; Sl 51:12; Sl 59:16; Is 40:31; Is 61:4; Fp 2:1-8; At 2:42-47; Tg 5:12.

}ï{

Anúncios

Sobre a dona do blog

Pecadora redimida por Aquele que morreu na cruz e ressurgiu. "Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó." Salmos 103:14
Esse post foi publicado em Lucubrações e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Uma oração exausta

  1. Rosilda-Jóia disse:

    Quando o sonho se desfaz,
    Deus reconstrói.
    Quando se acabam as forças,
    Deus renova.

    Quando é inevitável conter as lágrimas,
    Deus dá alegria.

    Quando não há mais amor,
    Deus faz nascer.
    Quando a maldição é certa,
    Deus transforma em benção.

    Quando parece ser o final,
    Deus dá novo começo.
    Quando a aflição quer persistir,
    Deus nos envolve em paz.

    Quando a doença assola,
    Deus é quem cura.
    Quando o impossível se levanta,
    Deus o torna possível.

    Quando faltam as palavras,
    Deus sabe o que queremos dizer.
    Quando tudo parece se fechar,
    Deus abre uma porta.

    Quando você diz: não vou conseguir,
    Deus diz: Não temas, pois estou contigo.
    Quando o coração é machucado por alguém,
    Deus é quem derrama o bálsamo curador.

    Quando não há possibilidade, Deus faz milagre.
    Quando só há morte, Deus nos faz persistir.
    Quando a noite parece não ter fim,
    Deus faz nascer o amanhecer.

    Quando caímos num profundo abismo,
    Deus estende sua mão e nos tira de lá.
    Quando tudo é dor, Deus a dá o refrigério.
    Quando o calor da provação é grande,
    Deus dá a sombra de sua presença.

    Quando o inverno parece infinito,
    Deus traz o verão.
    Quando não existe mais fé, Deus diz: Acredita!

    Quando estamos a um passo do inferno,
    Deus dá a direção do céu.
    Quando não temos nada,
    Deus nos dá tudo.
    Quando alguém diz não somos nada,
    Deus nos diz que somos mais do que vencedores.
    Quando se torna difícil caminhar, Deus nos carrega no colo.

    Que maravilhosa promessa!!!Um abraço lindona!!!!! Jóia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s