“Me ame quando eu menos merecer, pois é quando eu mais preciso”

Crianças amam e confiam cegamente. Talvez por isso estraguem seu futuro com frequência.

Às vezes a gente nem tá brigando ou descontando nada em ninguém. Às vezes é o nosso sofrimento que não sabe como se expressar. Aí você descobre que 70% dos casamentos nos quais um dos cônjuges tem bipolaridade acaba em divórcio por causa da doença. E o cônjuge sadio nem sabe disso. Aí você percebe que se os casamentos com transtornados mentais acaba por causa do transtorno imagine as amizades! Algumas continuam mas com um pé atrás. Aí os poucos amigos que você tem não entendem seu momento.

Não entendem que não foi você, foi o seu mal que te deixou daquele jeito. Aí ficam só Deus, a dor e você. Sem ninguém que saiba o que fazer pra te mostrar o que é calor humano. Fisicamente você fica só. Aí você lembra que nunca soube se deixar levar de verdade pelo calor humano. Lembra que sempre teve o pé atrás. Nunca confiou em ninguém. Mas aí lembra que a culpa por ser assim nunca foi sua. Te estragaram toda lá no início. Aí você não se sente culpada por ser como é. Aí você percebe que mesmo sofrendo você consegue amar com profundidade e intensidade absurdas. Mesmo a quem te magoa. Aí nisso você vê Deus.

}ï{

Anúncios

Sobre a dona do blog

Pecadora redimida por Aquele que morreu na cruz e ressurgiu. "Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó." Salmos 103:14
Esse post foi publicado em Confissões e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s