A depressão de Jó

Bom, o vídeo saiu com o áudio um pouco baixo e eu já não estava com a melhor dicção do mundo, afinal estava em crise depressiva, medicada para dormir e meio grogue. Mas encontrei alguma resistência pra filmar meu lucubratio bíblico antes de cair na cama. Como não consegui colocar legendas (dá um trabalhão!) para entenderem melhor minha fala, decidi escrever o que falei no vídeo. Se alguém não conseguir entender algo, não conseguir ouvir bem, está tudo no texto.

Tentei reproduzir exatamente como falei, em linguagem beeeem coloquial, até parafraseando alguns trechos bíblicos pra ganhar tempo e também para a compreensão de quem não está familiarizado com a linguagem da Bíblia. Talvez o texto não esteja como eu queria, mas como sou melhor com a escrita do que com a fala, reproduzir minha fala, pra mim é escrever mal. Enfim, este é meu entendimento sobre a situação de Jó. E a Bíblia Sagrada está cheia de relatos sobre doenças físicas ou mentais que não eram ‘falta de Deus’.

Bom, esse aqui é um dos livros da Bíblia Sagrada: o livro de Jó. Eu digo que Jó foi um homem que sofreu ‘a mãe’ de todas as crises depressivas. Sabe porque? satanás começou a dizer pra Deus que Jó só servia a Ele por que era cheio de bênçãos, era um homem muito rico. E Deus deu permissão pro próprio diabo ir lá e arregaçar com a vida de Jó. Resumindo: ele perdeu os 10 filhos que ele tinha e todas as suas posses. E no capítulo 1, versos 21 e 22, depois que Jó viu a vida dele desgraçada financeiramente e seus filhos mortos, ele disse:”Nu saí do ventre de minha mãe, e nu tornarei para lá. O Senhor o deu, o Senhor o tomou. Bendito seja o nome do Senhor! Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma.”

Aí satanás, não satisfeito, foi lá de novo diante de Deus: “Ah é por que ele tem saúde. Por isso que ele ainda te adora e te serve, e dá graças a Deus por tudo”. E Deus disse pra ele: “Vai lá satanás! Toca na saúde dele. Só não mata!” Mas deu carta branca pro diabo ir lá e bagunçar com a saúde de Jó. E Jó ficou da cabeça até os pés coberto de tumores, de chagas, de feridas podres. E ele se sentou no meio das cinzas, que era um costume do povo. Sentou no meio das cinzas.

E 3 amigos de Jó vieram visitá-lo, porque ficaram sabendo da situação dele e de tudo que tinha acontecido. E os amigos de Jó, quando chegaram (eram Bildade, Elifaz e Zofar), a Bíblia diz que eles “consertaram juntamente virem e condoer-se dele e consolá-lo”. Eles foram chegando e a Bíblia diz: “E levantando de longe os seus olhos e não o reconhecendo…” Eles não o reconheceram porque ele estava completa e realmente irreconhecível, cheio de tumores, naquela situação lastimável e deprimido! …”e não o conhecendo, levantaram sua voz e choraram, e rasgaram seus vestidos, cada um o seu manto. Sobre suas cabeças lançaram pó ao ar”, que era costume do povo de Israel.

Era um costume jogar terra na cabeça em uma situação de sofrimento, e rasgar seus mantos, suas capas. E diz mais: “E se assentaram juntamente com ele na terra 7 dias e 7 noites. E nenhum deles dizia palavra alguma, por que viam que a dor era muito grande.” Os amigos de Jó viram que o sofrimento dele era tão grande, mas tão grande, que eles não falaram nada. Agora, quais foram os objetivos deles em irem até Jó? O primeiro objetivo que eles consertaram juntamente foi: virem condoer-se de Jó. Eles fizeram isso. Porque eles choraram, rasgaram as vestes, os mantos, jogaram terra na cabeça, demonstrando que estavam condoídos da situação de Jó.

O segundo objetivo: “e consolá-lo”. Eles conseguiram consolar Jó? Não, eles não conseguiram consolar Jó, por que eles viram que o sofrimento era tão grande, que eles não iriam consolá-lo. Não tinha consolo pra aquilo! Então o que que eles fizeram? Sentaram ao redor de Jó e ficaram 7 dias e 7 noites ali, sem dizer uma palavra. Porque a dor era tão grande que eles não falaram nada. Eles não tentaram puxar conversa, eles não tentaram puxar assunto, eles não violentaram aquele momento de Jó. Eles respeitaram aquela espécie de luto que Jó estava passando por ele mesmo. Eles respeitaram o momento de Jó, o sofrimento dele, a doença dele e o silêncio dele.

Muitas vezes as pessoas que sofrem de depressão ficam em silêncio, ficam caladas e ninguém respeita o silêncio dessas pessoas. E a Bíblia fala depois, no capítulo 3: “Depois disto, abriu Jó a sua boca e amaldiçoou o seu dia.” Quer dizer o dia do seu nascimento. Então, os amigos de Jó não ficaram puxando conversa, não ficaram tentando fazer ele rir, não ficaram tentando animá-lo. Os amigos de Jó ficaram calados e esperaram por uma manifestação de Jó, esperaram que ele desse a primeira palavra, em respeito ao silêncio da dor e do sofrimento que Jó estava passando.

E quando Jó abriu a boca pra falar, a Bíblia diz que ele amaldiçoou o seu dia, o dia do seu nascimento. Um deprimido espragueja, ele se amaldiçoa, ele amaldiçoa os outros, ele diz que quer morrer, ele diz que não serve pra nada, ele diz que ninguém o ama, ele não presta. O deprimido, em geral, se auto-deprecia, se auto-intitula como uma pessoa inútil, imprestável. E foi o que Jó fez porque ele estava deprimido.

Ele fala coisas fortes sobre ele mesmo: “Pereça o dia em que nasci, e a noite em que se disse: Foi concebido um homem! Converta-se aquele dia em trevas: e Deus, lá de cima, não tenha cuidado dele, nem resplandeça sobre ele a luz! Contaminem-no as trevas e a sombra da morte; habitem sobre ele nuvens; negros vapores do dia o espantem! A escuridão tome aquela noite, e não se goze entre os dias do ano, e não entre no número do meses! Ah! Que solitária seja aquela noite e suave música não entre nela! Amaldioem-na aqueles que amaldiçoam o dia, que estão prontos para fazer correr o seu pranto.”

Quer dizer, ele estava dizendo que o dia em que ele nasceu era tudo isso. Ele queria não ter nascido. Às vezes as pessoas dizem: “Fulano vai se arrepender de ter nascido!” Era exatamente isso o que estava acontecendo aqui. Jó não queria ter nascido. Ele queria ter sido um aborto. No verso 16 do capítulo 3 diz: “Ou, como aborto oculto, não existiria: como as crianças que nunca viram a luz. Ali os maus cessam de perturbar, e ali repousam os cansados. Ali os presos juntamente repousam e não ouvem a voz do exator. Ali está o pequeno e o grande, e o servo fica livre de seu senhor. Porque se dá luz ao miserável, e vida aos amargurados de ânimo, que esperam a morte, e ela não vem; e cavam em procura dela mais do que de tesouros ocultos.”

Ele achava que a morte era o único objetivo, era a única solução pro problema dele, para aquilo que ele estava sentido e que estava passando. Isso é depressão! Por isso que eu digo que Jó teve ‘a mãe’ de todas as depressões. Foi uma ‘bela’ de uma depressão! E ele vai espraguejando, e reclamando, e se lamentando e se auto-vitimando e se auto-depreciando. E quando chega lá no final, o capítulo 42 se inicia dizendo: “Então respondeu Jó ao Senhor, e disse: Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus pensamentos pode ser impedido. Quem é aquele, dizes tu, que sem conhecimento encobre o conselho? Por isso, falei do que não entendia; coisas que para mim eram maravilhosíssimas, e que eu não compreendia. Escuta-me, pois, e eu falarei; eu te perguntarei, e tu ensina-me. Com o ouvir dos meus ouvidos, ouvi, mas agora te veem os meus olhos. Por isso me abomino e me arrependo no pó e na cinza.”

Ele estava tendo uma atitude de humilhação diante de Deus, reconhecendo que tudo o que ele passou foi pra que ele pudesse enxergar Deus realmente como Ele era, e ver que Deus pode todas as coisas. E ver que Deus é um Deus que deixa a doença vir pra poder curar. Pra que a pessoa que foi doente e curada possa dar graças a Deus. Se não houvesse a doença não haveria cura e, consequentemente, não haveria o “Graças a Deus!”. É um verso muito bonito, esse 5º do capítulo 42. Em outras versões fala um pouco diferente mas na minha diz: “Com o ouvir dos meus ouvidos, ouvi, mas agora te veem os meus olhos.” Em outras versões diz: “Eu te conhecia Senhor, por ouvir falar. Mas agora os meus olhos te veem!”

Então Deus tirou Jó da depressão, da dificuldade financeira. Deus retribuiu a Jó o dobro do que ele tinha de posses, de saúde, e ele teve mais filhos. Com certeza os filhos que morreram ficaram no coração dele. Ele superou, mas com certeza ele tinha tristeza porque eram filhos dele. Mas ele teve outros filhos (que não substituíram os que morreram). Mas uma coisa é interessante: que a Bíblia diz que Deus abençoou o último estado de Jó mais do que o primeiro. E ele teve 3 filhas que a Bíblia diz que em toda a terra não havia mulheres tão belas, tão lindas, como as filhas de Jó.

Então, é um livro que mostra depressão na Bíblia, mostra estado depressivo, uma doença depressiva. Então, ninguém pode julgar os outros e dizer que a pessoa está com frescura, e dizer que a pessoa tem falta de Deus. O próprio Deus disse que Jó era um homem correto diante dEle. Não tinha ‘falta de Deus’. Deus permitiu o sofrimento por um propósito específico que Deus tinha. E é isso que as pessoas tem que ter em mente: nem sempre é castigo, nem sempre é falta de Deus. Muitas vezes é doença, muitas vezes é provação, pra fazer uma pessoa depender de Deus e pra fazer uma pessoa dar graças a Deus no final de tudo, com toda a sinceridade do coração.

Referências para conferir: Jó 1:8- 22; Jó 2: 1-8; Jó 2:11-13;  Jó 3: 1-8; Jó 3:16-21; Jó 42: 1-6; Jó 42: 12-15.

}ï{

Anúncios

Sobre a dona do blog

Pecadora redimida por Aquele que morreu na cruz e ressurgiu. "Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó." Salmos 103:14
Esse post foi publicado em Lucubrações, Vlogs e marcado , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para A depressão de Jó

  1. joao disse:

    Menina!!!
    tu é Teológa é???parece até uma pastora pregando!!!sério amei!!!bjs..fique na Graça e Paz.

    • Lola disse:

      Oi! Não sou teóloga, tampouco pastora. Mas senti necessidade de começar a mostrar para os tradicionalistas e legalistas de plantão que existem doenças que não são possessão demoníaca (como acreditavam na Idade Média), falta de comunhão com Deus etc. Às vezes a crise existencial e a tristeza são pelo fato de a pessoa não crer em nada e não saber pra onde ir. Mas a depressão é uma doença e não pode ser sempre associada a isso. Obrigada pelo comentário! Abraços!

  2. Edison disse:

    Se mudar de movimento vai receber convite para ser pastora,(KKK),
    Muito boa a mensagem, que Deus te abençoe e te ajude a realizar teus projetos de vida.
    Ir. Edison

    • Lola disse:

      Haha! Já me disseram isso. Na verdade foi só um tiquinho do que eu realmente gostaria de fazer. E outras exposições virão, se Deus quiser, falando dos estados de adoecimento (principalmente mental) que a Bíblia cita dos servos de Deus. Hoje em dia muitos crentes pensam que são Super Humanos e não se enxergam como seres frágeis, vulneráveis e dependentes de Deus. Daí acham que toda doença em crente é pecado, castigo etc. Obrigada pela visita ao meu humilde blog. Aqui é igual padaria: Volte Sempre!

  3. Caroline disse:

    Permita-me um questionamento, Lola: concordo com quase tudo que você disse, porém, se não me falha a interpretação, Jó só se recuperou após um longo período ( 7 dias e 7 noites) em que realmente ele entregou-se, não a Deus, mas à sua prostração. Somente, então, quando se deu conta da sua falta de fé, foi que pediu perdão a Deus, e se reconciliando, foi em dobro abençoado! Não quero, com isso, associar depressão à falta de fé, ou mesmo descaracterizá-la como doença. Pelo contrário: não existiriam psiquiatras e psicólogos se o próprio Deus não vocacionasse uns para ajudarmos aos outros, não apenas nas necessidades espirituais, mas tb nas temporais. Outrossim, sei que é a minha visão de crente, mas não vejo uma cura verdadeira, mesmo com os melhores profissionais da saúde, sem que se tenha Deus ao norte.Muito obrigada pelo seu texto!Deus seja louvado em você!

    • Lola disse:

      Olá Caroline!
      Bom, como deu pra perceber no vídeo eu estava muito dopada. Mas como senti naquele exato momento que deveria registrar meu insight sobre o estado depressivo de Jó, não entrei em detalhes.
      Na verdade Jó não se recuperou de toda sua desgraça após o período de 7 dia e 7 noites. Este foi o período em que os amigos (Elifaz, Bildade e Zofar) ficaram sentados ao redor dele em silêncio, respeitando o sofrimento que Jó estava passando.

      Após esse período é que inicia todo o desenrolar de lamúrias e questionamentos por parte dele. Porém, nem antes e nem depois dos gatilhos de sofrimento de Jó serem disparados (perda dos filhos, dos bens e da saúde) ele não transgrediu (Jó 1:22). Entendo que Jó não apresentava falta de fé em nenhum momento, pois o próprio Deus deixou registrado que Jó era um homem reto diante dEle e que em toda a terra não havia servo mais fiel (Jó 1:8 e Jó 2:3).
      Observe que Deus transformou a situação de Jó após ele reconhecer a soberania de Deus e experimentar na carne o poder de Deus para dar e tirar, e enquanto ele orava por seus três amigos (Jó 42:1-10).

      Deus conhece Suas criaturas e Seus filhos. Ele sabe das dores e a razão pela qual elas fazem com que lamuriemos e nos prostremos. Somos fracos e falhos, somos vermes e pó. Mesmo que o espirito (parte mais essencial do ser) esteja de pé e firme com o Senhor, podemos sofrer abalos físico-mentais ou emocionais que nos façam proferir coisas desagradáveis e desenvolver uma visão distorcida sobre as coisas espirituais, sobre as pessoas, sobre nós mesmos e até sobre de Deus. Mas Deus sabe de tudo isso. Deus já sabia da retidão de Jó e já sabia que ele suportaria tal desventura. Ele esfregou na cara de satanás, embora não precisasse, que o poder dEle se aperfeiçoa nas fraquezas (II Co 12:9), como aconteceu com Jó.

      Muito obrigada por visitar o blog e muito obrigada pelo comentário. Deus te abençoe imensamente! Abraço!

  4. Andréa disse:

    Oi! Fui muito abençoada com o seu texto hoje, Estou me sentindo muito triste há uns 3 meses, uma angústia que não passa e que me alfineta a alma. Me sinto culpada diante de Deus por me cobrar sendo eu serva, e me encontrar nesse estado. como uma pessoa q confia em Deus não consegue reagir. Gostei muito da sua explicação e da forma como me fez sentir ao ler. Obrigada!
    e que Deus continue te abençoando.

    • Lola disse:

      Olá Andréa!
      Muito obrigada por ler a transcrição de minha fala do vídeo e obrigada pelo feed back. Fico feliz que, apesar de no vídeo eu estar em dopada, meu insight sobre o estado depressivo de Jó ajudou alguém.
      Bom, se você não sabe nosso Senhor Jesus Cristo também teve estado depressivo, sabia?! No Getsêmani ele desabafou que estava “triste até a morte”. Ele teve hematidrose, que é um fenômeno raro no qual o sangue sai pelos poros misturado ao suor em razão do extremo enfraquecimento do corpo e profunda angústia emocional. Nosso Senhor também sabe o que é a depressão, o que é angústia. O Pai teve de mandar um anjo do céu para consolar Jesus e imagino que nenhum ser humano poderia consolá-lo, pois a dor era mesmo sobre-humana.
      Então querida, não se sinta culpada por sentir o que sente. Você é um ser humano e Deus te criou para sentir também. Porém, não se deixe vencer por isso. Lute, se cuide! Mas antes de qualquer coisa, coloque sua angústia nas mãos de Deus. Ele prometeu através das palavras de Paulo, em Filipenses 4: 6-7 “Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.” Ele nunca falha nas Suas promessas. Confie nisso!
      Obrigada por compartilhar um pouco de você. Deus te abençoe muitíssimo! Precisando, estou por aqui. Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s