Dank ‘al Dio*

SENHOR OBRIGADA:

Pelas perdas, que na verdade não são perdas, são só uma mudança nos planos, e também é o Senhor me livrando de mal maior e me dando uma surra por não ter feito o que o Espírito Santo estava mostrando que era pra fazer;

Pela infecção nos rins (com a cólica renal que quase me partiu ao meio), pois com ela o médico foi procurar uma coisa errada no meu organismo e achou outra que provavelmente não seria achada tão cedo;

Pela baixa resistência e saúde abalada que passei a ter de uns anos pra cá, pois assim eu dependo mais de Ti, Te busco mais, aprendo a depender dos outros também e sou mais paciente com as limitações dos outros e conformada com Tua vontade;

Pelos poucos irmãos e amigos compreensivos que me ajudam com suas orações e se interessam em saber como é, quando acontece, porque acontece e o que fazer. São poucos, mas no final das contas não preciso de muitos. Só preciso de poucos mas bons amigos, que estejam lá pra mim e que eu possa estar lá pra eles. Esses me mostram o que é ser irmão em Cristo;

Pela condição que tenho de me tratar e pelo monte de remédios que eu tomo todo dia. Apesar de às vezes surtar de revolta com eles, no fundo sou muito grata! Enquanto isso muitos enlouquecem, se matam, sem chance de tomar um comprimido que alivie seu sofrimento mental, sua doença;

Pela ignorância das pessoas e por suas palavras cegas e imaturas, pois me fazem dar um tempo longe do lugar que amo. E assim posso fazer novos amigos e conhecer pessoas maravilhosas. Ainda que eu espere que pessoas ignorantes e imaturas desfaçam a cagada que fizeram, cresçam um pouco intelectualmente e sejam menos ignorantes;

Pelos cuidados que tenho em casa mesmo que a família não se interesse muito em ir ao âmago dos meus problemas; mesmo que no fundo alguém dentro de casa tenha vergonha do meu mal mental, não queira que eu me exponha para ajudar outros e queira que eu tenha vergonha de ser quem eu sou. Mas eu nunca vou ter. Isso me faz sentir que somente o Senhor me entende;

Pela felicidade de pessoas queridas (que também me deixa feliz), com seus amores e com seus planos para o futuro se concretizando, pois pessoas queridas merecem a felicidade com toda intensidade e em todas as suas formas. Isso me mostra que Tua vontade sempre prevalece sobre a nossa;

Por eu ser e permanecer solteira (apesar da chateação dos trolls), pois assim posso desfrutar da Tua companhia com mais liberdade e perceber que eu posso viver sem uma saúde de ferro e sem qualquer ser, coisa ou pessoa nesse mundo, mas nunca poderia viver sem Ti, Senhor;

Pelo médico ter me livrado de um dos remédios que não preciso mais (Ebaaaa!!); pela crise que está se instalalando devido à fase de mudança no esquema de medicação (e é preciso passar por Mara para chegar a Elim); pelo afastamento do trabalho até a adaptação estar completa; pela compreensão de chefes, colegas e professores;

Enfim, por tudo na minha vida Senhor, desde a infância roubada, destruída, devastada (Dorie Vanstone que o diga); a adolescência problemática, sofrida e difícil; o início de vida adulta não menos problemático e traumático; por todas as vezes que eu ouvi ‘eu te amo’ junto com promessas e mais promessas, que se acabaram em nada (ou em mais dor); por todas essas coisas, e muitas, muitas outras que me levaram a Ti Senhor e que me ensinaram que do meio do sofrimento pode surgir redenção, salvação, esperança e vida, é que eu senti necessidade de Te agradecer assim.

Pois se as pessoas não tem vergonha de publicar e expor imoralidade, declarações de amor, piadas etc, eu não tenho nenhum pingo de vergonha de declarar publicamente no meu blog o meu amor e gratidão a Ti meu Deus. Mesmo ainda doente, mesmo com um pouco de dor, mesmo em uma leve crise depressiva (ai mudança nos remédios!), mesmo com lembranças boas e muita ruins, eu só tenho o que Te agradecer. Toda a minha vida, com tudo que sofri e sofro até hoje, só me empurrou pra mais perto de Ti. E por tudo isso, e muito mais, eu te dou graças, Senhor! GRAÇAS A DEUS!


*Graças a Deus em esperanto

}ï{

Anúncios

Sobre a dona do blog

Pecadora redimida por Aquele que morreu na cruz e ressurgiu. "Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó." Salmos 103:14
Esse post foi publicado em Confissões e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Dank ‘al Dio*

  1. Olá Lola, tudo bem? Você tem facebook?:) Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s