Confissões, Fotografias, Lucubrações

Coisinhas da vida

Olhando as rosinhas recém desabrochadas. Foto by R. Beatriz Melo

Quando for comprar coisinhas lembre que você escolhe e que existem dois tipos: as que custam pouco e valem muito e as que custam muito mas pouco valem. Há as pequenas coisas importantes para a felicidade e as pequenas coisas que para a felicidade não importam. Cabe a cada um atribuir valor e custo às suas coisinhas. No final das contas é sempre essa atribuição de valores e custos que vai dizer qual coisinha da vida é realmente importante para ser feliz e qual não é.

}ï{

Anúncios

2 comentários em “Coisinhas da vida”

  1. Se tem uma coisa que a minha doença me ensinou essa coisa é:que ter muito dinheiro,bens materiais não é,de forma alguma,sinônimo de felicidade.A forma como eu vejo muitas coisas mudou.Foi uma mudança e tanto. rs

    🙂

    1. Que bom Nadja! É muito bom quando passamos a ver as coisas de maneira melhor e mais nobre. Fico felicíssima em ver você reconhecendo que a doença te ensinou algo bom. Isso é olhar a doença com outros olhos e perceber que pra ver a luz da vela brilhar mais forte muitas vezes é preciso que haja escuridão ao redor. Você tem vela e fósforos, querida!
      Beijão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s