Andando na beirada

A dona do canal Quebre o silêncio (no Youtube) conseguiu explicar um pouco como é a personalidade do tipo limítrofe (ou borderline). O  portador pode manifestar sintomas já na infância. No meu caso, as lembranças da infância me mostram que eu sempre dei sinais, não só deste transtorno de personalidade mas também da doença maníaco-depressiva (atualmente chamada de bipolaridade). Infelizmente os adultos ao meu redor nunca conseguiram interpretar os sinais do jeito certo. Dizem que a infância é a melhor época da vida mas, apesar de eu também ter boas lembranças, me dá um certo aperto no peito quando penso que muito do meu sofrimento acumulado ao longo dos anos poderia ter sido evitado logo no início. Desde criança eu ando na beirada, não precisei de empurrão muito forte pra cair no abismo. O filme Garota Interrompida mostra um pouco como o TPB era tratado antigamente, na década de 60. Hoje há meios mais acessíveis de tratamento, mais informação e mais conhecimento para diagnosticar, apesar de ser um diagnóstico demorado. No meu caso foram necessários 29 anos de vida e 10 de tratamento para mania e depressão até saber o nome da outra desordem que ajudava a bagunçar minha vida.

Reconheço que é necessária muita paciência pra lidar com um borderline. E pra lidar com um bipolar/borderline (ou bipo/border) é preciso paciência dobrada. Atualmente não sei como as pessoas ao meu redor me veem e no fundo sei que não fará muita diferença pra mim, pois mais importante é como Deus me vê. Mas muitas vezes me peguei pensando se todos (familiares, irmãos, amigos, colegas) acham que eu sou realmente aquela coisa descontrolada que eles viam nos períodos de crise, ou se pelo menos alguns compreenderam com o tempo que eu sempre fui doente mas que agora estou melhorando. Sempre bateu uma pequena curiosidade de saber o que pensam. Mas agora que estou me recuperando eu tenho consciência das fases, tenho mais consciência dos sintomas, e me esforço pra não dar asas a essa curiosidade, pois sei que tem grande chance de ser mais uma brincadeira da personalidade limítrofe querendo me assustar na beirada do abismo. Enfim, vale a pena ver o vídeo.

“Eu os corrigi, e lhes esforcei os braços, mas pensam mal contra mim.” Oséias 7:15

}ï{

Anúncios

Sobre a dona do blog

Pecadora redimida por Aquele que morreu na cruz e ressurgiu. "Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó." Salmos 103:14
Esse post foi publicado em Confissões, Lucubrações, Vídeos diversos e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s