Pra mim tem que ser ≠

≠

Embora eu seja solteira meu posicionamento é a favor do casamento, que foi a primeira instituição criada por Deus. E meu posicionamento sobre sua definição é aquele que a Bíblia afirma como sendo o posicionamento de Deus. União entre dois homens ou entre duas mulheres, na Bíblia nunca leva o nome de relação amorosa. Pra Deus não é amor. Deus chama de paixões infames, inflamação da sensualidade, prática inconveniente, torpeza, imundícia, desonra de seus próprios corpos, sentimento perverso, uso contrário à natureza (batendo de frente com os que dizem que homossexualidade é natural. Pra Deus não é!). Deus criou homem e mulher, macho e fêmea. E isso não foi à toa. Foi para, dentre outras coisas, manter o equilíbrio no casamento, a autocomplementação em todos os aspectos (inclusive físicos), a dependência mútua e os referenciais  materno e paterno que são necessários na formação dos frutos dessa união. Detesto matemática mas é equação simples:

Homem + Homem ≠ Vontade de Deus

Mulher + Mulher ≠ Vontade de Deus

Homem ≠ Mulher

Casamento = Homem + Mulher

Relacionamento Homossexual ≠ Relacionamento que Deus aprova.

Qualquer pessoa pode requerer perante as autoridades aquilo que ache que tem direito. Desta maneira, as pessoas de mesmo sexo que desejam se unir oficialmente tem todo o direito de requerer isso. Ora, essas pessoas podem exercer o livre arbítrio e nossa Constituição, embora diga que casamento é entre homem e mulher, diz que todos são iguais perante a lei e que todos temos os mesmo direitos. Homossexuais se apoiam neste pressuposto e como cidadãos podem reivindicar aquilo que achem que é justo pra eles, desde que não fira os direitos dos demais e vice-versa. O fato de eles defenderem seu direito de ter comunhão de bens, cerimônia no cartório ou seja lá onde for, não pode tirar de mim o direito que me assiste de defender a união heterossexual e que o nome casamento ou matrimônio seja apenas para pessoas de sexos diferentes, que queiram se unir oficialmente perante a lei humana e perante sua comunidade religiosa, qualquer que seja ela. É meu direito de defender! Meu direito de expressar minha opinião! Ora essa, não vivemos em uma ditadura!

Pra mim já não é correta uma união desta natureza, e ainda querem que o nome seja casamento ou matrimônio. Já que estamos vendo que não tem mais jeito, então que pelo menos haja uma diferenciação nas nomenclaturas. E essa é minha opinião pessoal baseada no que a Bíblia ensina. Se a Palavra de Deus ensina então é a pura verdade. Nunca tratei um homossexual mal, ao contrário, já fui mal tratada por alguns. Entendo que o indivíduo merece respeito, mas como opinião pessoal virou indevidamente sinônimo de ofensa, fica até difícil conversar com alguém sobre isso. Já chamam logo de homofobia (como se as pessoas tivessem um medo patológico e irracional de homossexuais), e em vez de conversarem ficam se justificando, se justificando e se justificando. Tudo é sobre eles, tudo é contra eles. Sou contra homossexualidade e a união dos que a praticam pois Deus é contra. Mas não preciso ser contra o indivíduo que tem esse comportamento. Tratá-los com desamor também é ser contra Deus.

Tudo é lícito mas nem tudo convém e eu não posso ser a favor daquilo que Deus é contra. Mas, se legalmente eles podem requerer o direito de contrair essa união, que vão! Isso é de acordo com a lei humana. Infelizmente a justiça dos homens nem sempre está de acordo com a justiça de Deus. Mas as leis humanas devem ser respeitadas pelos cristãos também, salvo naquilo que ferirem a vontade de Deus. Se um par de gays quiser casar e isso for legal no Brasil eu não vou pra frente do cartório bater panela. Mas se um par de gays quiser casar na igreja onde congrego eu seria uma das primeiras a me colocar contra, pois seria falta de respeito da parte deles exigirem uma coisa dessa. Eu não vou à Parada LGBT protestar ou encher o saco, então quero respeito ao meu espaço e direito de me manifestar. A legalização da união civil entre pessoas do mesmo sexo não mudaria em nada minha opinião contrária. Seria legal para os homens mas jamais me faria ser a favor de algo dessa natureza, pois pra Deus continuaria sendo um erro. E se os outros podem expressar que são a favor, eu tenho todo o direito de expressar que sou contra.

“Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém. Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;” Romanos 24:28 (Novo Testamento).

“Não trarás o salário da prostituta nem preço de um sodomita à casa do Senhor teu Deus por qualquer voto; porque ambos são igualmente abominação ao Senhor teu Deus.” Deuteronômio 23:18 (Antigo Testamento).

“Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.” I Coríntios 6:10 (Novo Testamento).

 }ï{

Anúncios

Sobre a dona do blog

Pecadora redimida por Aquele que morreu na cruz e ressurgiu. "Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó." Salmos 103:14
Esse post foi publicado em Lucubrações e marcado , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Pra mim tem que ser ≠

  1. Mamute disse:

    o matrimonio dito por deus, é a união de um homem e uma mulher. se pensarmos bem, deus simplesmente significa amor, se há amor entre um homem e outro homem ou de uma mulher com outra mulher eles tem sim direito de demonstrar esse amor um pelo outro e unirem-se sim perante a qualquer religião. ser religioso não é seguir um costume de muitos, ir a igreja e escutar o que deus diz, isso é cultura!
    o sentimento de amor é divino, se um homem sente amor por outro é vontade de deus sim, afinal, T U D O é vontade de deus? T U D O vem de deus? sim, tudo é vontade e tudo vem de deus, uma mulher amar outra mulher e querer se casar com ela, é vontade de deus.

    • Lola disse:

      Olá! Neste ponto temos opiniões opostas e conhecimentos diferentes também. Minha opinião é a que segue a lógica bíblica, que mostra que o que há entre dois homens ou entre duas mulheres não pode ser chamado de amor pois diante de Deus não é amor. Coloquei no final do texto somente umas das inúmeras passagens bíblicas que falam sobre isso. Mas obrigada por comentar e expressar sua opinião. Abraço!

  2. Daniel H. disse:

    Olá! Gostei do texto e concordo com você sobre o direito de cada pessoa ter sua opinião. Vejo as pessoas “brigando”, criando uma guerra sobre esse assunto, querendo impor suas opiniões. Sou contra isso. Tenho uma opinião diferente de você, mas mesmo assim a respeito e não quero fazer que você acredite nas minhas verdades. Seria tão simples se as pessoas se entendessem assim. Eu sou gay e não entendo porque sou assim. Acredito em Deus e acredito que Ele tenha uma explicação para eu ser “diferente”. Enquanto eu não entendo eu vivo, busco ser uma pessoa boa, seguir os ensinamentos de Jesus. Quero casar no civil, ou seja lá o nome que a gente possa dar pra essa união. Quero compartilhar com meu companheiro a minha vida, isso me faz feliz.. Me traz dignidade. E o nome pouco importa, são só palavras, o importante é o sentimento que tenho em meu coração. Eu acredito que seja amor. Mas me preocupa muito o preconceito. E como as pessoas usam a religião para falar de ódio e preconceitos. Novamente gostei do seu ponto de vista, sabendo separar religião dos direitos. E tratando as pessoas com igualdade independente de suas diferenças.
    Grande abraço

    • Lola disse:

      Obrigada por ler o blog e por comentar Daniel. Eu também não gosto de briga, agressões, panelaço etc. Mas acho justo defender o que eu acredito. Mesmo que pratiquemos pecados e mesmo que Deus deteste nossos pecados, certamente Ele ama a todos nós e não quer ver as pessoas se agredindo.
      Um Abraço!

  3. marcelo disse:

    alienada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s