Fundamentalismo, ignorância e preguiça

Fundamentalismo talvez seja a palavra mais erroneamente utilizada dos últimos tempos. Jornalistas, políticos, estudantes, blogueiros e professores, em sites, na TV, nos jornais, em blogs e nas rodas de conversa. Como satura! Em quase todos os lugares há pessoas estudadas utilizando o termo de maneira generalista e imprópria. Como podem ser tão inconsequentes as pessoas que usam o termo fundamentalismo em referência a todo o tipo de radicalismo religioso?

Pior! Muitas vezes usam o termo em referência às religiões de modo geral, nem precisam ser sistemas religiosos impositores. Como pode gente instruída ter o significado real e o adequado emprego do termo e suas variações em ponto cego? Como conseguem insistir no erro mesmo quando corrigidos amiúde? Quando vão aceitar que o problema não é o fundamentalismo, mas sim o fundamento? O integrismo por si só não é ruim. Mas aquilo em que se baseia o integrismo e a atitude dos que o exercem é que podem se tornar prejudiciais.

O maior ignorante não é o que não sabe, é o que não quer saber. Essa ignorância praticamente deliberada e esse desinteresse pela verdade me geram uma inevitável preguiça de continuar insistindo em tentar explicar. A partir de agora, quando pessoas ditas intelectualizadas, utilizarem ‘fundamentalismo’, ‘fundamentalista’ etc de maneira equivocada, desprezando o real sentido destas palavras, vou apenas sorrir e sair da conversa ou do recinto. Preciso evitar a fadiga e poupar meu cérebro para conversas que edifiquem mais e para pessoas que queiram compartilhar saberes.

Acho que "não é preguiça. É redirecionamento estratégico de energia vital."

Acho que “não é preguiça. É redirecionamento estratégico de energia vital.”

“O tolo não tem prazer na sabedoria, mas só em que se manifeste aquilo que agrada o seu coração.” Provérbios 18:2
}ï{

Anúncios

Sobre a dona do blog

Pecadora redimida por Aquele que morreu na cruz e ressurgiu. "Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó." Salmos 103:14
Esse post foi publicado em Confissões, Lucubrações e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Fundamentalismo, ignorância e preguiça

  1. Perpétua Lasse disse:

    Lola, você escreve de forma clara, objetiva e edificante. É prazeroso ler seus artigos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s