Confissões, Lucubrações, Vlogs

Corrida, felicidade e vida

Viva e feliz! Apesar da crise, apesar do cansaço, apesar da cara, apesar de tudo. Pois a felicidade é um estado permanente que independe das mazelas temporárias da nossa existência, como surtos, cansaço, agressividade, desânimo ou abatimento. Aliás, o bom e o ruim fazem parte da plenitude da vida. Felicidade não é necessariamente cruzar a linha de chegada das conquistas pessoais ou o ato de subir ao pódio com seus metais preciosos pendurados ao pescoço. Felicidade é a carreira veloz, ou a marcha moderada, ou a lenta caminhada. Felicidade é muito mais o caminho sendo percorrido do que o local onde se chega.

Estar vivo e ser feliz é o “ir” e não obrigatoriamente o “chegar”. Onde está o pódio em que as pessoas querem subir? Quais são os louros que cada um deseja? Se eu receber meus louros, vou depositá-los aos pés dAquele que merece o mais alto degrau em todos os pódios. Ainda que eu tenha que parar para descansar de vez em quando, ainda que eu caia e precise me tratar, ainda que um obstáculo me atrase, continuo indo. E vou na velocidade de caminhada, marcha ou carreira que me for permitida pelas minhas capacidades e limitações. E há tanta vida e tanta beleza pelo caminho, que os louros são apenas detalhe e consequência de um trajeto feito com paciência, cuidado e dedicação ao aprendizado. Um trajeto cheio de felicidade, apesar de tudo.

“Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” Filipenses 3:14

“Mas em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira.” Atos 20:24 a

}ï{

Anúncios
Lucubrações

Passando na prova

“Não há despertar de consciências sem dor. As pessoas farão de tudo, chegando aos limites do absurdo para evitar enfrentar a sua própria alma. Ninguém se torna iluminado por imaginar figuras de luz, mas sim por tornar consciente a escuridão.” Carl Gustav Jung

árvores

Como quer adquirir sabedoria e experiência de vida sem passar por provas? Como quer aproveitar a primavera com tudo de bom que ela tem sem passar pelo inverno? Como quer ser aprovado sem passar pelo teste? Quer que Deus jogue a felicidade em cima do seu colo feito um gatinho de estimação? Se Deus não der esse bichinho chamado felicidade você vai se revoltar contra Deus por isso? Pense: se Deus desse a todas as pessoas do mundo a felicidade exatamente como cada um quer, como seria o mundo se todos querem felicidades diferentes? Sofra a prova, entenda seu propósito, aprenda com ela, escute-a, converse com ela, guarde o luto mas deixe-o ir depois de um tempo. Ainda que a prova só acabe um instante antes de você partir pra eternidade, certamente experiência de vida, sabedoria e felicidade ela terá produzido até aí. A vida é um teste constante e felicidade não é ter tudo o que se deseja. Felicidade é estar em plenitude com aquilo que se tem e aprender com os testes que aparecem.

“Foi-me bom ter sido afligido, para que aprendesse os teus estatutos.” Salmos 119:71

“Sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência.” Tiago 1:3

}ï{

Lucubrações

A ‘não-cura’ também é plena

felicidade

Cura é estado de plenitude ou satisfação total. Não estar curado não quer dizer que não se esteja curado. Não curado em algo não significa não curado em nada. Não estar curado em algo não quer dizer que a plenitude da cura não esteja presente em outro algo. Às vezes uma área da vida curada já é suficiente para curar uma vida inteira.

“Eis que eu trarei a ela saúde e cura, e os sararei, e lhes manifestarei abundância de paz e de verdade.” Jeremias 33:6

“E, sabendo-o a multidão, o seguiu; e ele os recebeu, e falava-lhes do reino de Deus, e sarava os que necessitavam de cura.” Lucas 9:11

}ï{

Confissões, Fotografias

THB e TPB

Transtorno Afetivo do Humor Bipolar (ou Doença Maníaco-Depressiva) é um transtorno de humor. Já se manifesta como patologia, é incurável e é preciso tratamento para ter qualidade de vida. Personalidade Limítrofe ou Borderline é só um tipo de personalidade que se torna patologia quando o emocional da pessoa se desequilibra. A pessoa perde o  controle das emoções o suficiente para ter sua vida prejudicada em várias áreas. Aí sim virou Transtorno da Personalidade Borderline ou Transtorno da Personalidade Limítrofe, ou (como alguns especialistas já estão nomeando atualmente) Transtorno de Regulação Emocional. THB é transtorno de humor, TPB é transtorno de personalidade. Sendo assim, é perfeitamente possível ter ambos. O THB  permanece o resto da vida e só estabiliza com tratamento, já o TPB vai melhorando naturalmente com o passar do tempo. Eu infelizmente (ou felizmente) levo as duas cargas. E não é nada fácil viver com eles, mas com muita fé em Deus dá pra viver sim e ser muito feliz como eu sou.

Foto by Lola
Foto by Lola

}ï{

Confissões, Vlogs

Rindo da cara de 2012

Por problemas ‘técnicos’ o post de Ano Novo só está saindo agora. Mas ainda vale.

2012, ano difícil! Mais difícil e menos difícil do que alguns anos que já tive e mais difícil e menos difícil do que outros que virão. Como tudo na vida passa, 2012 já era! Como tudo na vida se renova, esse Ano Novo foi melhor e mais novo do que o Ano Novo anterior. E como todos nós nos casamos com a vida no momento em que nascemos, que venham os demais anos com alegria ou tristeza, com saúde ou doença, com riqueza ou pobreza, com suas dores e delícias, pois tudo isso é inevitável, mas que venham para que tenhamos a oportunidade de fazê-los muito felizes.

}ï{

Confissões, Lucubrações

Simples assim!

E quando eu decidi resistir firme e aguentar até o nascer do sol, quando parei de perguntar “porque” e passei a perguntar “pra que”, o sol começou a nascer e eu comecei a entender que tudo (o bom e o ruim) tem objetivo pré-estabelecido. Eu é que ainda não estava pronta pra ver a luz e só via a escuridão de uma noite sem estrelas. E não estou 100% pronta pra tudo. Mas já consigo olhar o horizonte e ver o sol nascendo, ou pelo menos ter a certeza de que ele está lá, mesmo quando as nuvens o cobrem. Fé é isso: crer sem ver. Simples assim!

}ï{

Confissões, Fotografias, Lucubrações

Coisinhas da vida

Olhando as rosinhas recém desabrochadas. Foto by R. Beatriz Melo

Quando for comprar coisinhas lembre que você escolhe e que existem dois tipos: as que custam pouco e valem muito e as que custam muito mas pouco valem. Há as pequenas coisas importantes para a felicidade e as pequenas coisas que para a felicidade não importam. Cabe a cada um atribuir valor e custo às suas coisinhas. No final das contas é sempre essa atribuição de valores e custos que vai dizer qual coisinha da vida é realmente importante para ser feliz e qual não é.

}ï{